EFT Iniciante Ajuda Sua Filha aliviar constipação (prisão de ventre)

EFT Iniciante Ajuda Sua Filha aliviar constipação (prisão de ventre)

Texto: Gary Craig & Gill Danis  

Tradução e adaptação: BrasilPNL

prisao_de_vendre

Mais um artigo traduzido direto da Fonte, Gary Craig.

Oi a todos,

Tenho ouvido muitos relatos ao longo dos anos em que a EFT ajudou a aliviar a constipação. Aqui está outro caso por Gill Danis da França. Ela diz: “Depois de alguns minutos de escutas, Annie sentiu suas entranhas borbulhante.” Por favor, consulte os médicos sobre todas as questões médicas.

Abraços, Gary

Por Gill Danis

Caro Gary

Eu comprei os DVDs cerca de um ano atrás, mas eu só usei a técnica em mim mesmo. COMENTÁRIO GC: Esses DVDs não estão mais disponíveis. Eles foram aprimorados e substituído pelo material avançado em nossa loja. Recentemente, minha filha Annie de 26 anos me visitou e percebeu que eu estava me movimentando mais facilmente nos dias de hoje. Expliquei que a melhora foi devido ao trabalho de EFT que eu fiz para a minha dor nas costas.

Perguntei a Annie se ela teve algum problema em que poderíamos tentar utilizar a técnica de EFT, e em primeiro lugar, ela disse que não havia nada. Depois de um tempo ela admitiu que estava incomodada com uma constipação crônica, e ela tinha a sensação de que isso estaria prejudicando a sua saúde em geral. Agora, a razão para a prisão de ventre é que ela foi um bebê muito prematuro, e como resultado, houve alguma lesão do nervo (neuropatia periférica) e também ela nunca produziu o que vocês chamariam de fezes “normais”, como um bebê.

Em suas próprias palavras, ela sempre foi assim como excrementos de coelho, a cada três dias. Apesar da atenção à sua dieta, com abundância de frutas frescas, legumes e saladas, ela teve muitas vezes que recorrer a laxantes. Começamos a fazer a técnica de EFT (e rindo, claro) e fizemos a inclusão de uma frase falando de como isso era difícil na vida de Annie. Eu acho que isso é algo que ela tem suprimido, porque ela não quer que sintam piedade por suas debilidades físicas.

Depois de alguns minutos de tapping com EFT, Annie sentiu suas entranhas borbulhando Na manhã seguinte, ela teve uma evacuação – mais cedo do que ela esperava, mas nada de extraordinário. Ela foi para casa e, em seguida, me pediu para lhe ensinar como fazer a EFT para que ela pudesse continuar a técnica sozinha em sua casa. Desculpe se isso é forte, mas nós realmente dissemos “vamos fazer a técnica para eliminar essa porcaria”!

Dez dias após o início da EFT, ela me enviou este texto – é real, “Adivinha o que aconteceu eu fiz….,, mas – é 08:15 e eu acabei de fazer o minha primeira evacuação desde muito tempo sem laxantes! ”

Bem, eu tenho certeza que você já ouviu isso muitas vezes, mas estamos surpresos e muito felizes pelo resultado que vocês alcançaram. Obrigado.

COMENTÁRIO GC: Parabéns por este resultado! Saiba, porém, que nem todos os casos de constipação são tão fáceis. Na maioria os tais resultados tendem a ser temporários ou parciais e, portanto, exigem abordagens mais aprofundadas. Precisamos descobrir eventos específicos – um conceito essencial Dentro do Processo de EFT e O Processo de Paz Pessoal e ainda a técnica – Diga-me a historia, ou seja às vezes é preciso dedicação.

 

Tudo de bom

 

Gill Danis

 

http://www.emofree.com/articles-ideas/newcomers/constipation-relief-gill-article.html?utm_source=newsletter_137&utm_medium=email&utm_campaign=newsletter-2-5-2015

Como realizar a EFT para um leigo, sem ter que explica-la

Como realizar a EFT para um leigo, sem ter que explica-la

eft_sem_explicar

 Por Gary Craig & Gene Monterastelli

Tradução e adaptação: Equipe BrasilPNL 

Dando continuidade a nossa serie de artigos Originais de Gary Craig em seu site Emofree, nesta edição temos um caso incrível de aplicação da EFT para um leigo, e o melhor sem ter que explicar detalhes, vejamos o que Gary nos diz:

Oi a todos,

Às vezes é apropriado fazer uma versão muito simplificada da EFT sem tentar explicá-la. Este foi o caso de Gene Monterastelli e como ela aplicou a EFT para um professora do segundo ano de escola primária. E obteve muito sucesso

Abraços, Gary

 

Por Gene Monterastelli

Faço parte de uma equipe de resposta pastoral, cuja atuação é trabalhar em um sistema escolar para fornecer ajuda e apoio dentro das faculdades e escolas nas primeiras 72 horas de uma situação de emergência. Oferecemos suporte emocional, aconselhamentos sobre oportunidades e atividades de resposta para ajudar o processo de cicatrização.

Recentemente, fomos chamados para uma escola secundária, em uma manhã de segunda-feira após uma fatalidade ocorrida com um dos professores do 7º ano, “Jane, havia cometido suicídio no fim de semana. Os alunos estavam respondendo bem como já era esperado. Depois de 11h de muito trabalho grande parte já tinha sido feito. Todos os estudantes tiveram a chance de responder, tínhamos identificado os alunos e os professores que necessitavam de atenção especial nos próximos dias e semanas, e os estudantes estavam prontos para voltar para a escola diariamente.

A maior parte da equipe de aconselhamento estava em um corredor à espera de uma classe que estava no horário para ir embora. O vice-diretor se aproximou de nós para perguntar se um de nós estaria disposto a ir falar com um dos professores da segunda série que estava em um momento particularmente difícil. Até este ponto, toda a nossa energia foi concentrada na faculdade, no ensino médio e estudantes porque os alunos do ensino fundamental não sabiam sobre o professor que tinha morrido.

Desci as escadas para falar com a professora Sally do segundo ano. A professora que havia morrido só tinha ido na escola durante um ano e particularmente não se dava bem com o resto da equipe. Sally foi uma das poucas confidentes que Jane teve na escola. Sally estava lutando com duas questões. Em primeiro lugar, ela sabia a fase difícil que Jane estava passando e estava se sentindo culpada por não conseguir ter a ajudado mais. Em segundo lugar, ela estava preocupada porque Jane tinha deixado para trás uma filha de 13 anos.

Perguntei-lhe se ela queria tentar uma técnica de relaxamento que pudesse lhe ajudar um pouco. Pedi-lhe para me mostrar com as mãos o quão grande essas emoções eram. Ela segurou suas mãos cerca de 2 metros de distância.

Então eu disse: “Coloque suas duas mãos a nossa seus peitos, (ponto dolorido) massagei-os. [eu demonstrei} Faça algumas respirações profundas e apenas ouça a minha voz.

  • Como ela poderia ter deixado sua filha assim … Eu deveria ter feito mais … Eu sabia que ela não estava bem e não fiz nada … seu marido está sozinho para educar uma criança.

Agora toque logo abaixo de sua boca. Faça mais algumas respirações profundas e apenas ouça a minha voz. Tenho culpa, mas eu não fiz nada… a raiva deve ficar para trás.

Repeti isso para o queixo e clavícula. Eu, então chequei para ver o que havia melhorado, sabendo que tinha feito progressos por estar apenas olhando para seu rosto. Ela mostrou as mãos 4 centímetros de distância. Por isso, fizemos mais uma rodada com apenas quatro pontos. Perguntei se ela precisava de alguma coisa e ela só queria me dar um abraço de agradecimento e se dirigiu de volta para a sala de aula.

Há algumas coisas que eu aprendi (e em alguns casos apenas reforçando) desta experiência:

  1. Nem todos os pontos são sempre necessários. Vimos isso como o protocolo básico passou de 14 para apenas 7 pontos.
  1. O cliente não precisa dizer nada para entrar em sintonia com o assunto. Se o problema é intenso o suficiente, eles estão totalmente sintonizados e as palavras não são necessárias. Além disso, a praticante pode fornecer as palavras de foco quando o cliente não é capaz. Neste caso, foi apenas mais fácil para mim fazer isso, então eu não tenho tempo para explicar o que estávamos fazendo.
  1. Às vezes é simplesmente mais fácil fazer o trabalho, em vez de explicar o que está fazendo. No passado, eu falei de pessoas da EFT, tentando convencê-los a ele. As pessoas não querem EFT (ou qualquer outra ferramenta ou protocolo), eles apenas querem se sentir melho

Ao dizer, “Você quer tentar algo para te ajudar?” eles dizem sim para satisfazer uma necessidade. Mas se eu dissesse: “Você quer tentar uma psicoterapia baseada meridiano que funciona com a energia do corpo para curar a nível celular?” Eu estou indo para obter alguma resistência, porque eu tenho que explicar cada parte da pergunta que eu só perguntei.

  1. Também, porque eu não sinto como se eu tivesse muito tempo para explicar o que estávamos fazendo, eu tinha que usar a técnica de EFT nela e trabalhar o método de respiração. Eu pensei que se eu estava indo para usar a técnica de EFT, era uma chance de colocar mais uma pergunta em sua mente. Achei tão simples a forma como pode ser removida toda a resistência para tentar algo novo.
  1. É possível trabalhar com dois problemas ao mesmo tempo. Eu sei que esta não é a melhor prática. Tenho visto na minha prática como se chega a um resultado eficaz lidar com um pedaço pequeno de cada vez, para depois poder lidar com coisas maiores (muitas vezes podemos entrar em colapso mais facilmente do que apenas trabalhando a questão necessária).

Neste caso, eu não tinha muito tempo. Eu tinha ausentado uma professora do segundo ano de uma classe inteira. Eu tive uma chance em um curto espaço de tempo. Eu só usei 4 pontos e fizemos dois problemas de uma só vez. Funcionou. Se não tivesse, eu teria me mudado para mais pontos e um problema de cada vez. Desde o primeiro contato para poder ouvi-lo, levou menos de 60 segundos foi uma oportunidade fácil de tomar.

Gene Monterastelli

Artigo original disponivel em: http://www.emofree.com/articles-ideas/newcomers/doing-eft-easy-article.html?utm_source=newsletter_137&utm_medium=email&utm_campaign=newsletter-2-5-2015

A importância da gratidão: EFT eliminando as queixas

A importância da gratidão: EFT eliminando as queixas

Texto: Goretti Lima* – Psicóloga e Terapeuta em EFT

gratidao

Você vive se queixando? Vive reclamando aos quatro ventos, falando mal da vida, das pessoas, dos acontecimentos, maldizendo a sorte que parece lhe faltar sempre? Se você vive se lamentando, chorando as pitangas, contando lamúrias, como um disco repetido, que ficou preso na mesma faixa, é melhor começar a refletir. Pela lei da atração, atraímos aquilo que vibramos. Quem vive reclamando de tudo não tem tempo de constatar as coisas boas de que dispõe, a vida que recebeu de Deus, os talentos que possui, as potencialidades do seu ser, a saúde, o corpo são, a liberdade, as pessoas ao redor, a família, os amigos, o (a) companheiro (a), o leque de possibilidades que tem ao seu dispor pelo livre arbítrio e poder de escolha.

Quem não conhece alguém desse tipo, que vive repetindo a mesma ladainha, desfiando um rosário de sofrimento sem fim, ao longo de uma vida inteira? Não se vê essa pessoa agradecer por nada, tudo é pura reclamação, queixa, sentimento de vitimação, como se tudo fosse dor. Espíritos queixosos, ocupando um corpo, sem nada mudar, transformar, conferir o real sentido. Pessoas que se sentem azaradas na vida, presa em carmas infinitos, que se consideram vivendo num “inferno”. Me dá arrepios ver alguém afirmar isso tão naturalmente: minha vida é um inferno. Essa palavra é pesada. A palavra tem poder e o inferno, com certeza, será materializado a todo instante.

A lei da atração é bem clara: o que você pensa, você sente; e o que você sente, você atrai. Assim, para atrair o que você quer, é preciso vibrar no mesmo tom. Se quero prosperidade, preciso vibrar nessa energia do dinheiro, da riqueza, dos ganhos. Se estou vivendo na escassez, certamente alimento pensamentos de escassez. Para atrair riqueza, preciso desejá-la, imaginá-la na minha vida, me sentir merecedora, amar a ideia de ser uma pessoa de sucesso e próspera, visualizar uma vida de confortos. É nessa etapa que entra a eft. Se você possui bloqueios e crenças limitantes quanto a ganhar muito dinheiro, não vai chegar lá. Por isso que eft é essencial nessa faxina emocional, limpando seus medos, seus preconceitos e tudo o que você ouviu negativamente sobre ser uma pessoa rica.

Do mesmo modo, se você deseja encontrar o amor da sua vida, mas sente receios por diversas razões, não se acha merecedor, sente-se inferior, não acredita nos relacionamentos, acha que todo parceiro vai lhe fazer infeliz, não crer no amor, não tem autoestima suficiente para se sentir amada e valorizada, certamente vai ficar na solidão para o resto de sua vida. Pela lei da atração, você precisa: desejar, entregar seu desejo ao universo e entrar no modo permitir, ou seja, estar apto a receber aquilo que pediu. Do contrário, o que pediu vai passar por você, sem que sequer perceba. A eft vai ajudar a remover suas crenças negativas sobre relacionamentos, resgatar sua autoestima e deixar você pronta para viver uma vida feliz a dois, caso seja esse o seu desejo.

A-gratidão-é-uma-porta-aberta-para-um-mundo-melhor-600x500Não existem milagres mais ou menos difíceis. Todos podem acontecer. Os milagres acontecem na mente que sabe o que quer, que não se permite a ambivalência quando se trata de fazer o pedido à Fonte, que não duvida. A primeira regra da lei da atração é: agradecer. Todo o dia agradeça pelo que Deus lhe deu, e Ele lhe mandará mais coisas boas. Enviará força, amor, paz, saúde, idéias que geram prosperidade, pois verá que você está vibrando positivamente. Quem agradece vive em expectativa de receber sempre o melhor. Agradeça o que tem e foque no que quer, pois isso atrairá a realização de todos os seus desejos. Se focar no que NÃO quer, vai atrair o que NÃO quer. Semelhantes se atraem na lei da atração, essa é que é a verdade.

Faça uma lista de gratidão e uma lista dos seus desejos, escreva-as num caderno e leia-as de vez em quando ou todos os dias, preparando sua mente para uma vida nova, e assim verá tudo mudar prá melhor.

E mais: saia de perto de pessoas queixosas, elas minam sua energia. Conviva com pessoas de mente positiva, guerreiros da luz e do amor, que nunca desistem, mesmo quando tudo parece tenebroso.

*Goretti Lima é Psicóloga Clínica, formada pela Universidade Católica de Pernambuco, Pós-Graduada em Intervenções em Psicologia Clínica, Licenciada em Filosofia, com formação complementar em Psicologia Hospitalar, Arteterapia, Psych-k, Reiki Nível I e II, Peça e Receba, PNL, Matrix Reimprinting, Terapia Informativa (Regeneração celular) e Emotional Freedom Techniques (EFT – Técnica de Libertação Emocional). Atuou em Recife desde 1993, em consultório particular, além de ministrar cursos de Arteterapia e desenvolver trabalhos com ONGs. Residiu em Brasília-DF entre 2011 e 2013, onde fez formação complementar em diversos cursos relacionados à sua área de atuação. Atualmente reside em Recife-PE e atende virtualmente como terapeuta em EFT, via Skype, MSN e telefone celular (TIM), ou presencialmente.
gorettilima@efterapia.com.br 
Skype:  goretti.limma1
Siga-a no twitter: https://twitter.com/efterapia
Celulares: (Tim) 041 81 99285838, (Oi) 031 81 86138635, (Claro) 021 81 93185529

 

Podemos utilizar a EFT com objetos inanimados? (o caso da luz de Motor de Rebecca)

Podemos utilizar a EFT com objetos inanimados?

De: Gary Craig & Rebecca Snyder Tradução: Equipe BrasilPNL

objetos inanimados

Luz do motor de Rebecca

Oi a todos,

O Ex- Professor de Stanford Dr. William Tiller (e muitos outros) produziram evidências científicas surpreendentes sobre os efeitos produzidos em objetos inanimados. Será que EFT acrescenta algo a esse fenômeno? Este artigo de Rebecca Snyder não prova essa ideia, mas, quando adicionado aos muitos relatos semelhantes que recebemos, vale a pena considerar essa possibilidade.

Abraços, Gary

Por Rebecca Snyder

Oi Gary,

Aqui está mais uma prova de que a EFT pode ser tentada em tudo. Certa manhã, eu liguei meu carro, e a luz do motor se acendeu. A principio eu achei que estava tudo bem, mas eu fiz uma visita ao meu mecânico para fazer uma verificação. A notícia não foi boa. Em suas palavras, foi “uma parte pequena, não-essencial, mas muito cara” que precisavam de substituição. Ele disse que não substituí-lo não teria consequências negativas, mas que a luz do motor seria mais provável voltar a acender, e se alguma coisa desse errado com o carro, eu não saberia. Com certeza, eu nem bem sai do estacionamento da loja, quando a luz voltou a acender.

Ok, então eu sou uma daquelas pessoas que antropomorfizam seu carro (Ndt: antropomorfizar é tornar algo a forma humana, as nossas características e hábitos antropológicos, nossos costumes). Eu hesitei em gastar US $ 600 para substituir a peça para que meu bebê, meu querido carro, fosse capaz de me dizer se alguma coisa estava errada com ele. Então eu pensei, se ele (o meu carro) fosse o meu bebê, por que ele não responderia a aplicação da técnica? Então, quando cheguei em casa, ainda na calçada eu comecei a aplicar o tapping substituto da EFT, que é aplicar-se a EFT em si mesmo tendo como intenção outra pessoa, ou neste caso, outra coisa.

  • Embora meu tanque de combustível esteja com buraco, eu continuo funcionando maravilhosamente bem.

 

  • Embora minha luz do motor esteja acendendo, minha mãe sabe o qual é o problema, e assim eu não preciso continuar acendendo.

Após duas rodadas, eu liguei o carro e, adivinhe, a luz do motor não acendeu! Até hoje meu bebê ainda funciona maravilhosamente bem.

Obrigado mais uma vez por este milagre inexplicável!

Rebecca Snyder

PS de Gary: Eu conversei com a Rebecca por telefone e ela relata que a luz do motor continua boa a mais de dois meses.

Original em: http://www.emofree.com/articles-ideas/general-ideas/engine-light-articles.html?utm_source=newsletter_135&utm_medium=email&utm_campaign=newsletter-01-15-2015

EFT Mental Dental- para o dentista e o paciente

EFT Mental Dental- para o dentista e o paciente

De: Gary Craig & Zjan Matti

Tradução: Equipe BrasilPNL

Medo-de-dentista

 

 

Nota: Este artigo pressupõe que você tenha um conhecimento prático de EFT. Os recém-chegados ainda podem aprender com ele, mas são aconselhados a ler o nosso curso gratuito para uma compreensão mais completa neste link aqui.

Oi a todos,

Eu amo essa história por Zjan Matti dos Países Baixos. Ele é escrito de uma forma atraente e mostra claramente o valor de ambos EFT mental e do Borrowing Benefits. Zjan diz: “Depois de algumas rodadas eu me senti muito calmo. Até mesmo as minhas mãos estavam perfeitamente descontraídas no meu colo (normalmente quando no dentista eu as prendo juntas em um esforço para controlar meus movimentos), e eu estava confiante de que eu poderia ficar absolutamente imóvel enquanto fosse necessário. Foi incrível! ”

Além disso, este é um bom exemplo do que pode ser feito, pelo menos temporariamente, com utilizações superficial de EFT. Muitas questões, vão evidentemente, requer abordagens de longo prazo e aqueles que você vai encontrar em nosso de nível 01.

Abraços, Gary

Por Zjan Matti

Caro Gary,

Eu tenho usado EFT, tanto pessoal quanto profissionalmente há cerca de 4 anos e – como a maioria das pessoas – testemunhei muitos pequenos e grandes milagres. Algo aconteceu há alguns anos e foi uma das primeiras vezes que eu me lembrava de me aplicar a EFT no meio de um evento estressante.

Fui para o meu dentista, porque um pequeno pedaço de meu molar tinha quebrado. O dentista tinha visto isso antes e já tínhamos feito uma consulta para ter o dano reparado, mas naquela ocasião ele tinha me avisado que talvez ele ficaria muito perto do nervo e poderia ter que matar o nervo.

Ele também disse que o procedimento era tedioso em si, e mais ainda porque a localização na minha boca era de difícil acesso. Ainda assim, eu não estava particularmente preocupado, embora uma visita ao dentista não seja o meu passatempo favorito, isso não me assusta tanto.

Quando chegou o dia, ele anestesiou o lado direito da minha boca, e em seguida iniciou o procedimento. Mas, enquanto seu comportamento normalmente era muito amigável e ele sempre tentava fazer com que eu me sentisse confortável e à vontade, desta vez foi diferente. Ele parecia tenso e com um olhar preocupado no rosto, ele me informou novamente que ele iria tentar salvar o nervo, mas pode acabar por ter de matá-lo de qualquer maneira. Ele também repetiu, mais para si mesmo do que para mim, que seria um processo muito difícil, por causa do lugar em minha boca e as especificidades da minha boca e dentes.

Então, ele me avisou que era extremamente importante que eu me sentasse absolutamente imóvel e que não movesse minha língua. Neste momento, ele também tinha me nervoso, então eu decidi fazer a EFT (silenciosamente em minha mente) para me acalmar. Eu não classificaria o meu nervosismo, mas eu sabia, por experiência anterior que é quase impossível para mim ficar parado: meu corpo imediatamente começa a coçar em lugares diferentes, fico com a vontade de esticar e me mover exatamente nas partes que não podia (a minha língua, por exemplo).

Então eu fechei os olhos e fiz algumas rodadas sobre o fato de estar nervoso e incapaz de ficar parado. Depois de algumas rodadas eu me senti muito calmo. Mesmo minhas mãos estavam perfeitamente descontraídas no meu colo (normalmente quando o dentista os prenda juntos em uma tentativa de controlar meus movimentos), e agora eu estava confiante de que eu poderia ficar absolutamente imóvel enquanto fosse necessário. Foi fantástico!

Foi então que eu notei a crescente tensão no dentista. Sua cara que estava amarrada tinha ficado pior e ele agora estava verbalizando o quão difícil era o que ele estava fazendo, falando sobre o que poderia dar errado, e como era praticamente impossível para ele fazer certo, já que o ponto na minha boca era quase inacessível. Ele se virou para o assistente e eu vi isso como um sinal ruim, uma vez que eu o conhecia apenas como uma pessoa amigável, otimista e bem-humorada. Então eu decidi que ele poderia usar um pouco de relaxamento e confiança também, e eu comecei então a fazer EFT em minha mente para ele:

  • Mesmo que você esteja tenso e duvidando de um resultado positivo, você pode fazê-lo, você sabe que você pode, e você está fazendo um grande trabalho agora mesmo!

Ele continuou falando, mas eu ainda não tinha completado a primeira rodada de EFT, quando o seu tom mudou: agora ele começou a me contar que, na verdade, tudo estava indo muito bem e acima das expectativas! Fiquei feliz em ouvir isso, claro, mas só para ter certeza, eu continuei fazendo a EFT. Um pouco mais tarde, ele mencionou que ele já havia chegado à parte mais difícil do processo, mas até agora ele parecia alegre e acrescentou que, como tudo até o momento foi bem além das expectativas, isso provavelmente iria bem também.

E logo em seguida, ele mesmo começou a me elogiar sobre a forma como eu agi! Depois de terminar, com sucesso, é claro, ele me disse que a parte mais complicada do processo tinha sido a colocação de um pequeno anel, algo que muitas vezes precisava de mais do que uma tentativa e poderia causar problemas. Desta vez, porém, para sua surpresa agradável, que tinha ficado no lugar certo de uma vez! Ele mencionou o que ajudou foi que minha gengiva não sangra, que ele atribuiu ao fato de eu cuidar bem dos meus dentes – mas eu me lembro especificamente em ocasiões anteriores, quando sangravam um pouco, e eu não tinha mudado nada em meus hábitos de limpeza.

Ele, então, me disse que ele tinha feito este procedimento específico uma vez antes em um local igualmente difícil como o meu, mas naquela ocasião ele tinha feito algo terrivelmente errado, e ele tinha se sentido horrível por causa disso! Então, eu entendi que houve uma razão explicável para sua ansiedade.

Antes de eu sair, entretanto, ele apenas me alertou sobre um pouco de dor após a anestesia passar.

Concluindo, obrigado à EFT, que fez e continua a fazer uma grande diferença na minha vida, em muito mais ocasiões do que eu poderia esperar!

Com amor, Zjan Matti

Artigo traduzido do informativo Oficial do Gary Craig, original em http://www.emofree.com/articles-ideas/general-ideas/mental-dental-eft-article.html
Posted in EFT

Uma iniciante com seis rodadas de EFT elimina a dor consequente de uma infecção da bexiga

Uma iniciante com seis rodadas de EFT elimina a dor consequente de uma infecção da bexiga

Por Gina Kapuscinski

Tradução e adaptação: Jimmy Mello & Fabricio Monteiro

bexiga_j

Oi a todos,

Gina Kapuscinski não poderia encontrar um médico disponível para sua infecção da bexiga, sendo assim, utilizou a EFT em seu lugar. Aqui está o que ela disse: “Então eu fiz o procedimento 9 Gamut completo e repetiu a sequência EFT Isso foi feito 4 vezes antes de parar para reavaliar – algumas pontadas leves ainda permaneceram – então eu continuei mais 2 rodadas. Então, tudo se foi e a dor sumiu! “

Por favor, consulte os médicos sobre todas os sintomas.

Abraços, Gary

Por Gina Kapuscinski

Faz apenas um ano que eu tenho trabalhado com a EFT, e tive muitos resultados positivos. No entanto, nada foi tão dramático e decisivo para mim para aceitar os resultados da utilização da EFT quanto o desconforto intenso de uma infecção da bexiga.

O desconforto era perto de insuportável, e não havia nenhuma maneira de aliviar essa dor na sala de emergência – o que seria possível assistência médica. (Por que é infecções da bexiga tendem a acontecer apenas quando consultórios médicos estão fechados por vários dias e feriado?) deitado na minha cama, ocorreu-me tentar a EFT – que certamente seria uma situação clara para trabalhar neste situação ou não! Eu estava definitivamente em um 10 de desconforto, em uma escala de 0 a 10.

Mesmo que eu estando em grande desconforto … Eu sofro muito!

O lado esquerdo inferior do tronco do meu corpo dói, e eu sinto dores constantes. O tronco inferior do meu corpo está em extremo desconforto e dolorido.

Então eu fiz o procedimento 9 Gamut (Gama 9) completo e repeti a sequência de EFT. Isso foi feito quatro vezes antes de parar para reavaliar – tive ainda leves pontadas de dor – então eu continuei mais duas rodadas de EFT. Então, tudo se foi!

http://www.emofree.com/articles-ideas/newcomers/bladder-infection-relief-gina-article.html?utm_source=newsletter_136&utm_medium=email&utm_campaign=newsletter-1-27-2014

Posted in EFT

EFT para se sentir excessivamente responsável

EFT para se sentir excessivamente responsável

de Amy Babcock

Tradução e Adaptação: Jimmy Mello & Fabricio Monteiro

Buttons with Yes and No

Oi a todos,

Aqui está um problema generalizado, para o qual muitos de nós poderia ter um alívio. É bom ser uma pessoa responsável, mas é claro, muitos de nós exageramos. Observe como Amy Babcock reduz este tópico em detalhes.

Abraços, Gary

Por Amy Babcock

Caro Gary,

Eu tenho sido uma praticante dedicada de EFT por cerca de 4 anos e agora eu sigo lendo os seus artigos diários com muito cuidado. Ontem, eu fui inspirado por um artigo sobre o perdão. Machuquei o braço esquerdo a cerca de 6 meses e tenho trabalhado com o intuito de curá-lo completamente.

De acordo com Louise Hay, a dor geralmente significa culpa e essa culpa pede punição, então eu tentei aplicar a EFT em qualquer coisa que eu possa me sentir culpada, mas nada disso me marcou muito até que eu introduzi a idéia de se sentir responsável.

Uma parte de mim sempre se sentiu responsável por tudo na minha vida, mesmo quando eu era uma garotinha. Isto é, quando eu comecei a sentir a mudança de energia. Tocar no meu ponto de golpe de karatê:

Mesmo que eu me sinta responsável por ferir o meu braço, eu escolho me perdoar por tudo o que eu tenho feito para contribuir para isso.

Assim como fiz com a EFT (Processo de Paz Pessoal), comecei a voltar no tempo e identificar na minha vida qualquer trauma ou problema durante a minha infância e na idade adulta, que eu possa sentir-se responsável (quase tudo!). Gostaria de aplicar a EFT no ponto golpe do caratê apontam em primeiro lugar, e se eu não sentir a liberação completa de imediato, gostaria de começar com alguns pontos na cabeça e no rosto, repetindo a mesma frase:

  •  Embora  eu sinta responsável pelo encontro doloroso com meu gato, quando ele me atacou e levei 3 pontos no meu ouvido, eu me perdôo por tudo, o que eu tenho feito para contribuir para isso.
  • Embora que eu sinta responsável pelo câncer de mama de minha mãe, eu me perdôo por tudo o que eu tenho feito para contribuir para isso.
  • Embora que eu sinta responsável pela perda auditiva do meu marido, me perdôo por tudo o que eu tenho feito para contribuir para isso.

Eu imagino que eu não estou sozinha sofrendo sentimentos de responsabilidade por tudo e espero que outras pessoas se beneficiam desta idéia de usar EFT para deixar ir toda a culpa e punição, para que possamos infligimos a nós mesmos inconscientemente.

COMENTÁRIO Gary Craig: Estas especificidades que Amy menciona são realmente úteis. Uma vez que este artigo foi escrito antes da “Gold Standard (Oficial) EFT Tutorial”, agora podemos também sugerir que cada um desses detalhes possam ser desmontados em profundidades que são mais específicos ainda. Os resultados obtidos com esta abordagem mais profunda são muitas vezes mais confiável.

Obrigado ao Gary e todos aqueles que compartilham seus trabalhos nas newsletters!

Amy Babcock

Original em: http://www.emofree.com/articles-ideas/general-ideas/feeling-responsible-amy-article.html?utm_source=newsletter_135&utm_medium=email&utm_campaign=newsletter-01-15-2015

Posted in EFT

Falso terapeuta de EFT atendendo em todo Brasil

 

ABPEFT
Falso terapeuta de EFT atendendo em todo Brasil
A Polícia Civil está à procura de um falso médico que atendia pacientes em uma policlínica de Bambuí, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais. O homem, que era estudante e se passou pelo profissional por seis anos, só foi desmascarado após uma mulher morrer na unidade de saúde.”
 
blog brasilpnl
Noticias assim geralmente chocam as pessoas, mas por que é que ninguém se preocupa com falsos terapeutas? A todo momento aparece um, sempre disposto a ganhar dinheiro e destruir a vida emocional das pessoas. Muita gente tem se auto-proclamado terapeuta simplesmente por ter conhecimento teórico de alguma técnica como é o caso da EFT ou PNL. E os grandes culpados de tudo isso são vocês, incautos pacientes que entregam seus problemas emocionais a gente sem o mínimo de preparo técnico ou mesmo emocional. Hoje em dia, com o advento da internet em uma grande parte dos lares do pais, isso tem se tornado um problema de saúde publica, todo mundo cria um site ou blog e começa a vender curas rápidas. Recebemos diariamente dezenas de relatos de pessoas que passaram por “terapeutas” totalmente incapazes de lidar com a dor do outro, e que deixaram ainda mais dor ao final de suas sessões. Há dezenas destes terapeutas fazendo “consultas” com tom de psicoterapia, o que faz disto uma atividade duplamente ilegal, pois terapeutas de EFT e PNL não são psicólogos.
Como não cair nas garras destes falsos terapeutas:
1-Desconfie de preços muito baixos, se um terapeuta conhecido está com o preço a R$180,00 a sessão e outro “terapeuta” cobra R$50,00, lembre-se que você leva pelo que paga.
2-Pergunte pelas credenciais deste profissional, hoje a ABPEFT (Associação Brasileira de Praticantes de EFT) tem um grupo de terapeutas credenciados e preparados para atender aos pacientes da forma mais ética e profissional possível. Se o seu terapeuta não for membro desconfie e procure outro mais qualificado.
3-Se você conheceu este terapeuta por algum site ou blog, procure pelo Selo da ABPEFT, ele é a garantia de qualidade deste terapeuta e de suas praticas.
4- Se seu terapeuta não tiver alguma destas credenciais e lhe der qualquer desculpa não aceite, afinal você aceitaria ser atendido por um médico que não é membro do Conselho Federal de Medicina por melhores eu fossem suas intenções? Ou colocaria um caso nas mãos de um advogado que aprendeu as leis somente lendo um tratado sobre Direito? Claro que não. Por que você confiaria em um terapeuta auto-proclamado que aprendeu as técnicas lendo um manual?
Ajude seus amigos e familiares a se prevenirem de golpes emocionais como estes repasse este alerta a todos que você ama e se preocupa. Não entregue sua vida emocional a qualquer um, e isto não se resume apenas à PNL e EFT, isso se aplica a qualquer terapia alternativa ou não, e o alerta também se aplica ao Reiki, Florais, Psicodrama, Toque Quântico, Constelação Familiar e qualquer outra.
Se você é terapeuta informe-se sobre como se tornar membro da Associação e passar a aplicar a EFT de forma mais profissional e comprometida com o bem estar e de forma ética.
Para aprender a EFT você pode fazer um curso presencial em um de nossos pólos pelo pais, ou por meio de um curso em vídeo aprovado pela ABPEFT e InternationalEFT.
Site da Associação: www.brasileft.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/brasileft
Mais sobre PNL:www.brasilpnl.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/brasilpnl

Tabela de EFT resumida 

Baixe gratuitamente a tabela com os pontos da EFT para auto-aplicação e atendimento à distancia, aqui.

Posted in EFT

Qualquer pessoa pode aplicar a EFT?

g

Qualquer pessoa pode aplicar a EFT? 

Por: Jimmy Mello

Bem, esta é uma pergunta bastante interessante, e reflete em parte muito de nossas crenças arraigas, então vamos descobrir a resposta juntos: A palavra terapeuta, literalmente, designa “aquele que trata” vem do grego e significa, primeiro, tratar, tomar conta, assim é importante ressaltarmos que o Terapeuta não cura, ele trata. É a natureza que cura, é a Vida que cura. O papel do Terapeuta é criar, ou permitir melhoras Todas as pessoas têm, no íntimo, o ímpeto de cuidar do próximo. Assim, todos são terapeutas, em essência. A diferença da pessoa comum para o profissional, é que o profissional estudou para fazer dessa habilidade sua profissão. Sua formação deve levar em conta não só atribuições técnicas, mas éticas e humanas.
Virou moda ser terapeuta. O país está cheio de cursos de final de semana que formam pessoas terapeutas. Mas será que é tão simples assim ?
Não há dúvida de que é possível aprende a fazer um determinado trabalho, ou executar uma determinada técnica de tratamento em poucos dias. Até mesmo em um dia. Quem já fez um curso na área pode confirmar. Mas será que estamos preparados para nos intitular terapeutas só por causa disso ?

É preciso parar, e colocar a mão na consciência e se perguntar se somos mesmo terapeutas, ou apenas conhecemos uma determinada técnica terapêutica. E há uma grande diferença nisso, a EFT e a PNL são técnicas muito simples e que podem ser aprendidas em muito pouco tempo, e virtualmente qualquer um consegue obter valiosos resultados. Desta forma está claro que, podemos estudar, fazer cursos e assim conhecer diversas técnicas. Costumo avaliar este comportamento isto dizendo que ler a Bíblia não faz de ninguém padre ou pastor, ler Freud não faz de ninguém Psicólogo, na verdade, podemos conhecer qualquer coisa. Podemos ler um livro de medicina e sabermos os nomes de todas as doenças, sintomas, tratamentos. Mas isso não fará de nós um médico, não é verdade?
Para se dizer profissional de uma determinada área, é necessário tempo, estudo, dedicação e, acima de tudo, a prática, como no exemplo do médico, é necessário fazer uma faculdade, estudar muito e praticar, antes de poder atender, fazer uma cirurgia, etc. Quando atendemos alguém, como terapeutas, estamos lidando com questões profundas de nosso cliente, sejam físicas, emocionais ou espirituais. E temos uma grande responsabilidade nisso. A pessoa que faz o atendimento tem que estar preparada para o atendimento, tem que estar preparada as reações emocionais que muitas vezes pode ser imprevisível.
O que existe por trás de um terapeuta? Terapeuta também sofre, chora, sente, se alegra enfim ele é gente como a gente! Por isso vemos pessoas prometendo curas emocionais e financeiras e quando olhamos para sua vida há apenas pobreza e dificuldade. Outros que prometem a harmonia nos relacionamentos, mas não conseguem sequer se relacionar. Como podem fazer isso pelos outros, se nem mesmo para si funcionou? Bem, isso é outra questão muito importante, deixada para um próximo encontro.
Terapeutas guardam segredos e preservam a sensibilidade, compartilhando experiências nunca antes reveladas. Privilégio nosso, pois somos estimulados por esses segredos, capazes de despertar impulsos muitas vezes relegados a um segundo plano em nossas vidas. Terapeutas oferecem um lugar físico e também um lugar psíquico onde pessoas possam morar enquanto as transformações não chegam.
Tudo isso é muito sério e precisa ser levado em consideração. Em uma área em que cresce cada vez mais o número de profissionais, se queremos ser terapeutas verdadeiros, e atuar de forma séria, responsável e correta, devemos antes de tudo olhar para nós mesmos, para nossas vidas, buscar o nosso equilíbrio em primeiro lugar. O famoso mito do Centauro Quíron, o curador ferido, ensina-nos que, antes de se cuidar de outra pessoa, é preciso cuidar e tratar de nós mesmos. No final do mito, a cura de Quíron só acontece quando ele aceita ser levado para o mundo do Hades onde morrerá para poder ser transformado. Só depois da sua própria aceitação de que precisa de mudar (ou seja tratar-se), é que Zeus o imortaliza, numa iluminação eterna através de uma constelação. Simbolicamente, representa para o terapeuta a necessidade de aceitar a sua própria transformação para alcançar a individuação, e encontrar então o seu verdadeiro caminho como terapeuta. Ou não.

Se seu desejo é ser terapeuta ou simplesmente amenizador de dores a Associação Brasileira de EFT trás ao Brasil um conceito único em formação à distancia, é um curso completo com carga horária respeitável alem de estudos autônomos, relatórios de praticas,  provas e TCC trabalho de conclusão de curso o que lhe permite ser membro ativo da Associação Brasileira de EFT e receber uma certificação nacional internacional: www.brasileft.com.br 

Os artigos que aqui se publicam são de aplicação pratica da EFT, e se pressupõe um conhecimento das técnicas de EFT Evidentemente é possível aprender muitas coisas pela simples leitura destes artigos, mas recomendamos a leitura do Livro virtual gratuito que se encontra neste site, ou a aquisição do curso em DVD de EFT.Gary Craig generosamente permitiu a tradução de seu boletim.

Tabela de EFT resumida 

Baixe gratuitamente a tabela com os pontos da EFT para auto-aplicação e atendimento à distancia, aqui.

 

Posted in EFT

As Feridas Emocionais

As Feridas Emocionais

por Nara Müller*

Sempre me perguntei o porquê de nos lembrarmos de eventos passados, já que a vida é para ser vivida no único momento que existe que é o presente, nosso único ponto de real poder. E conversando com indianos, eles acreditam em reencarnação, mas não lembram o que podem ter sido na vida passada e isso foi uma surpresa inesperada também para mim.
Conversando com uma amiga sobre o assunto, chegamos à conclusão que o passado é realmente para ser esquecido, pois é o passado, algo que já foi, mas tinha algo em mim que ainda não estava satisfeita com a resposta, então resolvi parar de procurar por justificativas para algo que eu não sabia explicar e continuei seguindo com minha vida e como ela se desenvolvia ao longo dos dias.
Eu sempre achei isso muito intrigante e como eu tenho muitos flashes das minhas próprias vidas passadas que são muito desconfortáveis por sinal, sempre vivi em conflito conceitual com isso. Por muitos anos trabalhei e estudei mediunidade e mesmo assim nunca obtive uma resposta que me justificasse realmente qual sentia a finalidade dessas memórias.
Muitas vezes repudiei essas lembranças visuais por serem desconfortáveis e elas não saiam da minha mente também, parte por justificativa das leis da atração, pois o que você mais pensa é o que atrai e parte pelo efeito sombra já que eram memórias com teor traumático que no fundo sempre queria ficar longe para não sofrer e por isso dava mais e mais energia para que elas se revelassem sempre de forma drástica em minha vida, pois era só a vida tentando me mostrar meu momento existencial e o que era adequado ser feito: curar as feridas, mas quais eram essas feridas mesmo.
E essa noite, através de acessar um bloqueio enorme com EFT relacionado às finanças, uma ferida muito intensa ligada a sensação de troca de valores, relacionada a dinheiro e pessoas, eu entendi algumas coisas a respeito dessas memórias: não existe nada de errado em ter memórias sobre o passado, mesmo que esse passado seja em outra vida, pois memórias desconfortáveis são só bloqueios energéticos que estão na hora de serem trabalhados e por isso estão na superfície;e que não existe passado, presente, ou futuro como diz o livro Conversando com Deus de Neale Donald Walsh, o que existe é a escolha do que vai se acessar como se os eventos estivessem em porta CDs a nossa frente e ficássemos escolhendo o que vamos degustar no único momento de poder que é o agora.
Mas por que degustar feridas com tanta coisa diferente para valorizar? Que feridas emocionais então poderiam ser curadas do passado e para que curar essas feridas?
As feridas emocionais funcionam, como estímulo de auto-sobrevivência, para que criemos os votos negativos, que são campos vibracionais, gerados a partir de nossas próprias energias, que impedem, conforme sua intensidade, que novas feridas emocionais da mesma ordem se formem e ficam localizadas em nosso campo energético principalmente nos chacras, que são as centrais energéticas responsáveis por trocas com o mundo que nos rodeia. Normalmente é muito difícil perceber naturalmente essas programações vibracionais, pois criamos para nos proteger em momentos de intensos traumas e por isso passam desapercebidas.
Exemplos de crenças que criam votos são a culpa, despreso, insegurança, troca de valores, decepção; e os sentimentos que vêm com essas crenças: medo, raiva, ressentimento, tristeza, ódio, mágoa e outros tantos. Todos esses sentimentos desconfortáveis são somente sinais de nosso ser inconsciente indicando que algo precisa ser feito para mudar alguma crença que nos limita no momento.
Um exemplo de voto negativo formado a partir da culpa é o voto de nunca acessar o que deseja, pois não é merecedor. Nossa esse voto é muito intenso, pois por trás da culpa existe a ação do juiz interno nos condenando a viver repudiando situações de bem estar, porque estamos apegados a crença que poderíamos ter feito diferente. O que é incrível é perceber como esse voto pode nos amarrar, impedindo de acessar nosso mais alto bem mesmo que ele esteja batendo na porta incessantemente. Por isso, podemos ter idéias brilhantes e nunca conseguirmos vencer a procrastinação para fazê-las acontecer; podemos ensinar os outros a serem prósperos, pois conhecemos a teoria muito bem, mas para nós nunca realmente acessamos essa prosperidade ensinada como forma de autopunição como o resultado de modelos de certo e errado, mantidos pela mente e que foram criados por nós.

Um exemplo de rodada de EFT: 

Para trabalhar a dificuldade de acessar o que deseja. Siga os passos abaixo:
-Primeiro pense em um evento em que nunca se perdôo pelo o que fez, com a maior riqueza de detalhes possível, dando uma nota de zero a dez para a emoção encontrada com isso e o quanto é verdadeira a falta de perdão por si.

Agora siga a rodada de EFT abaixo ou coloque suas próprias palavras a respeito.
Ponto de caratê 
“Mesmo o que eu fiz tenha sido imperdoável e por isso eu me condene e não esteja me permitindo ter outros resultados na vida, pois eu não sou o que gostaria de ser, eu escolho me amar mesmo assim.”
“Mesmo que pareça impossível se perdoar pelo o que eu fiz e por isso eu fiz um voto de nunca me permitir acessar o que desejo, pois não tenho merecimento, eu me amo e me aceito mesmo assim.”
“Mesmo que esse voto de não nunca acessar o que desejo esteja me travando, pois ainda acredite que ele seja útil, mas agora vejo que ele não tem mais valor para mim eu honro tudo o que sou.” 

Nos outros pontos 
-Eu vejo esse evento do meu passado hoje
-Eu deveria ter feito diferente
-Não sei porquê fiz de maneira tão errada
-Prejudiquei a mim e talvez tenha também prejudicado outras pessoas
-Então eu não mereço ter outros resultados na vida
-Tudo isso por eu ter um juiz interno muito cruel
-Mas eu continuo pensando que não deveria merecer resultados diferentes
-Eu sei que agora não posso mudar meu passado
-Esse evento fica girando na minha cabeça
-E eu não consigo pensar diferente ao meu respeito
-Eu deveria ter agido diferente, deveria, deveria e deveria
-E por isso Eu percebo agora que fiz um voto para não acesso o que desejo
-Eu reconheço que esse voto está repelindo em meu campo de energia muito do que eu desejo
-Eu reconheço que esse voto já serviu no passado
-Mas eu escolho soltá-lo como forma de permitir que o que é meu por direito natural se aproxime de mim
-Eu me permito me abrir para o melhor, pois é assim que eu escolho viver agora para frente
-Sei que ainda não me perdoei, meus amigos se estivessem em meu lugar não se perdoariam também
-Eu, às vezes, luto muito com meu juiz interno tantando ver as coisas de forma diferente
-Mas eu escolho agora, mesmo que eu ainda não seja o que eu esperava de mim mesmo, me dar uma chance de acessar todo o meu mais alto bem, pois esse é meu direito natural.

No final da rodada, respire fundo e volte à sena, reapreciando a mesma, e a dar uma nota para os sentimentos encontrados. Claro que uma única rodada como essa não vai fazer um voto sumir completamente, mas é importante repetir rodadas até que a sena tenha sumido completamente e a nota emocional tenha sido zerada.
O chacra que codifica as questões sobre receber coisas do mundo é o segundo ou chacra sacro e o mesmo interfere no quarto chacra, ou chacra cardíaco, onde são feitos os votos de perfeição. Margaret Lynch , especialista norteamericana em EFT ,  chacras e votos e Rhys Thomas , também norteamericanos especializado em técnicas vibracionais que trazem esses conceitos ao campo da EFT. Aqui no Brasil, Luiz Gasparetto chama os votos de juras e tem muitos cursos sobre o assunto. A norteamericana Sandra Ingerman fala em seu livro como ficamos presos a esses eventos de passado e como trabalhar isso com resgate de alma. Então eu vejo esse tema dos votos muito importante e recomendo que os que lêem esse artigo comecem a prestar atenção em suas vidas e ver como algumas coisas nesse sentido vão se revelar para você!
Desejo a todos bons momentos de auto-observação e libertação emocional! 

d*Nara Müller – É professora, reikiana, especialista em EFT e Florais de Bach e estudiosa a mais de 20 anos sobre espiritualidade e autoconhecimento; atende EFT indivualmente na modalidade presencial ou virtual e realiza cursos e encontros também qualquer dúvida entra em contato pelo e-mail: naraqui@gmail.com

Os artigos que aqui se publicam são de aplicação pratica da EFT, e se pressupõe um conhecimento das técnicas de EFT Evidentemente é possível aprender muitas coisas pela simples leitura destes artigos, mas recomendamos a leitura do Livro virtual gratuito que se encontra neste site, ou a aquisição do curso em DVD de EFT.Gary Craig generosamente permitiu a tradução de seu boletim.

Posted in EFT